PROCURO
Dentistas
> Pesquisar


PROCURO
Farmácia
> Pesquisar


Tudo sobre os problemas mais comuns

O tártaro (ou cálculo) consiste na mineralização da placa bacteriana na superfície dos dentes, que se forma devido à mistura dos minerais presentes na saliva com partículas de comida que ficam retidas entre os dentes e bactérias. Quando a placa bacteriana não é removida, acaba por endurecer e mineralizar nos dentes, dando origem ao tártaro, que pode ocorrer em apenas 26 horas!
O tártaro provoca a descoloração dos dentes, sendo mais difícil de remover do que a placa bacteriana. Uma vez formado, só poderá ser removido pelo seu médico ou higienista.

Causas

O principal factor que origina o aparecimento do tártaro é a ausência de uma correcta higiene oral. Mesmo escovando os dentes diariamente e utilizando o fio dentário, é fundamental visitar regularmente o dentista, pois o tártaro forma-se frequentemente em zonas difíceis de atingir através da escovagem normal.

Existem, porém, outros factores de risco que podem contribuir para o aparecimento do tártaro:

  • Açúcares ou hidratos de carbono: Os doces e os alimentos ricos em hidratos de carbono são propícios à proliferação de bactérias na boca, potenciando a formação de placa bacteriana e tártaro.
  • Fumar: Estudos demonstram que as pessoas com hábitos tabágicos têm maior tendência para ter tártaro nos dentes e gengivas.

Sinais e sintomas

A propensão para a formação de tártaro varia de pessoa para pessoa, mas geralmente agrava-se com a idade.

Sinais visíveis de tártaro:

 

 

Prevenção

A prevenção é a melhor forma de evitar as consequências negativas que o tártaro tem para a sua saúde oral.

  • Escove os dentes todos os dias, idealmente a seguir às refeições ou, no mínimo, 2 a 3 vezes por dia. Deve efectuar o mesmo procedimento no caso de usar dentadura. Assegure-se de que escova todas as zonas dos dentes, mesmo aquelas que ficam mais escondidas.
  • Depois da escovagem, limpe os dentes com fio dentário.
  • Use pasta de dentes com flúor, que ajuda a reparar as lesões no esmalte dos dentes e a combater a acção bacteriana.
  • Evite comidas demasiado ácidas.
  • Não fume.
  • Beba água durante e após as refeições.
  • Visite o seu dentista de 6 em 6 meses.

Tratamento

O tratamento  a destartarização  consiste na remoção eficaz do tártaro e da placa bacteriana dos dentes e gengivas.

Para uma correcta remoção, o procedimento deverá ser feito por um profissional de saúde oral, utilizando material e instrumentos específicos para a destartarização.


1 - O procedimento passa por uma raspagem com uma cureta, para remover a placa e o tártaro acumulados nos dentes e nas linhas das gengivas.


2 - Segue-se o polimento, em que são removidas as manchas dos dentes. Ao ficarem polidas, as superfícies dos dentes ficam mais suaves, dificultando a acumulação de comida.


3 - Por fim, o jacto de bicarbonato completa a limpeza dos dentes e das gengivas, removendo as bactérias e permitindo que os tecidos cresçam de forma saudável.

A destartarização ajuda a prevenir as gengivites e melhora a aparência dos dentes, deixando-os mais limpos, saudáveis e brilhantes.