PROCURO
Dentistas
> Pesquisar


PROCURO
Farmácia
> Pesquisar


Tudo sobre os problemas mais comuns

O que fazer para lidar com a boca seca

  • Beber água frequentemente para manter a boca húmida e evitar a mucosidade que se forma. Traga sempre água consigo durante o dia e mantenha também água disponível perto de si, na cama, à noite.
  • Comer rebuçados, chupa-chupas e pastilhas (com xilitol) sem açúcar (sugar-free – ver embalagem). A sucção estimula o fluxo de saliva.
  • Humedecer as refeições com caldos, molhos, cremes, manteigas ou margarinas. Coma comida leve, fresca ou à temperatura ambiente.
  • Evitar elixires bucais que contenham álcool ou peróxidos. Estes ingredientes irão mais tarde secar-lhe a boca.
  • Evitar comidas salgadas, secas (biscoitos ou bananas, por exemplo) e comidas e bebidas com alto teor de açúcar.
  • Evitar bebidas que contenham álcool ou cafeína (alguns refrigerantes e chás, por exemplo). O álcool aumenta a perda de água por fomentar o constante urinar. Para além disso, estas substâncias secam a boca, bem como as bebidas ácidas (sumos de fruta de laranja e maçã ou sumos de tomate, por exemplo).

Deixar de fumar e usar regularmente um batom hidratante, serão também conselhos úteis para melhorar os fenómenos de boca seca.

Todos precisamos de saliva para manter a nossa boca húmida e limpa, bem como para os fenómenos de digestão dos alimentos. A saliva também previne infecções porque controla as bactérias e os vírus que se alojam na boca. Quando não há produção suficiente de saliva, a boca fica seca e torna-se desconfortável. Felizmente, há muitos tratamentos eficazes para a boca seca, também designada por "xerostomia".

Causas

  • Estilo de vida. Fumar ou mascar tabaco pode afectar a produção de saliva e agravar os efeitos da boca seca. Respirar continuamente com a boca aberta pode também contribuir para a sua secagem demasiado rápida.
  • Desidratação. A febre, a sudorese, o vómito e a diarreia, são exemplos de causas de desidratação.
  • A boca seca é um efeito secundário comum de medicamentos para a depressão, ansiedade, dor, alergias e gripes, entre outros.
  • É também um efeito secundário de outras doenças e infecções, bem como de alguns tratamentos médicos (lesões nas glândulas salivares  responsáveis pela produção de saliva  por exposição das mesmas à radiação, por exemplo).
  • Lesões no sistema nervoso.
  • Remoção cirúrgica das glândulas salivares.

Sintomas

  • Uma sensação pegajosa e de secura na boca.
  • Sede frequente e garganta seca.
  • Focos de dor na boca, fendas nos cantos da boca ou lábios gretados.
  • Uma sensação de queimadura ou comichão, especialmente na língua.
  • Dificuldade em falar, saborear, mastigar e engolir.
  • Rouquidão e mau hálito podem também ser sinais de garganta seca.

Porque é que a boca seca é um problema?

Para além do possível agravamento dos sintomas anteriormente descritos, a boca seca pode ainda aumentar o risco de gengivite, cárie dentária e outras infecções da boca. A boca seca pode ainda dificultar o uso de placas dentárias.

Tratamento

  • Tratar a causa que está subjacente.
  • Prevenir o aparecimento de cáries.
  • Aumentar o fluxo de saliva, quando possível.

Como prevenir o aparecimento de cáries?

Sem saliva, os dentes cariados e as gengivites são mais frequentes. Se tem sintomas de boca seca, para tratar estas condições tem de ter especial atenção aos seus hábitos de higiene oral, que devem consistir em:

  • Escovar os dentes pelo menos 2 vezes por dia, mas preferencialmente depois de cada refeição e antes de deitar.
  • Usar fio dentário ou escovas interdentárias, todos os dias.
  • Usar uma pasta de dentes que contenha flúor.
  • Visitar o seu dentista para um check-up e uma limpeza, pelo menos uma vez por ano. Durante a visita, o dentista poderá ter outras recomendações adicionais!

Como aumentar o fluxo de saliva?

Inicialmente, o seu dentista pode recomendar-lhe medidas mais simples, como beber frequentes goles de água, sugar cubos de gelo ou mascar pastilhas sem açúcar (sugar-free) – ver “O que fazer para lidar com a boca seca”.