PROCURO
Dentistas
> Pesquisar


PROCURO
Farmácia
> Pesquisar


Tudo sobre os problemas mais comuns
Os dentes podem sofrer alterações cromáticas, diferindo nas causas, localização e intensidade com que os atingem. O dente é per se um elemento policromático cuja cor é estabelecida pela dentina e atenuada pelo esmalte. Com o envelhecimento, o esmalte é desgastado e a dentina torna-se mais espessa, provocando o escurecimento dentário. Existem, porém, variações de carácter genético, o que explica que algumas pessoas apresentem, a priori, esmalte mais claro ou mais espesso do que outras, e consequentemente dentes mais brancos.

Causas

Existem várias causas que poderão estar na origem da alteração cromática dos dentes, sendo as mais relevantes:

  • A impregnação de corantes de alimentos como café, chá, cigarro, refrigerantes, vinhos e algumas frutas e vegetais.
  • Com o envelhecimento ocorre a erosão do esmalte dentário, expondo assim a cor amarela natural da dentina.
  • Algumas doenças que afectam o esmalte e a dentina, fragilizando-os, o que pode levar à descoloração dentária. Certos tipos de infecções em mulheres grávidas podem também originar descoloração dos dentes na criança, uma vez que afectam o desenvolvimento do esmalte.
  • Procedimentos que impliquem radiação da cabeça e pescoço, bem como a quimioterapia, estão também descritos como responsáveis por alterações cromáticas.
  • Descolorações severas podem ser resultado da acção sistémica, seja por uso de determinados medicamentos, nomeadamente alguns antibióticos, conhecidos por provocar descoloração dentária quando administrados a crianças cujos dentes ainda estão em desenvolvimento (antes dos 8 anos de idade), seja por excesso de flúor proveniente de altos níveis de fluoreto na água ou uso excessivo de aplicações de flúor, bem como de suplementos de flúor tomados por via oral.
  • Algumas situações de trauma, como por exemplo os danos causados por uma queda, podem alterar a formação do esmalte em crianças cujos dentes ainda estão em desenvolvimento, bem como provocar o escurecimento gradual dos dentes.
  • Uma escovagem inadequada potencia a acumulação de placa bacteriana e, consequentemente, o escurecimento dentário.
  • Dentes sujeitos a procedimentos endodônticos (desvitalizados) podem também apresentar um escurecimento gradual com o passar dos anos.

Tratamento

A eleição do tratamento a efectuar está dependente de vários factores relativos aos dentes, em particular, e ao paciente, em geral.

Para uma determinada descoloração/pigmentação é necessário averiguar a sua origem, localização, e se está limitada ao esmalte ou se também envolve a dentina.

Assim, para que o tratamento seja realizado com sucesso é fundamental: um diagnóstico adequado, um bom plano de tratamento, rigor nas orientações dadas aos pacientes e colaboração dos mesmos durante e após o tratamento.

O resultado do diagnóstico adequado determinará um melhor prognóstico, com economia da estrutura dentária e estética.

Fontes:
Setien VJ, Roshan S, Nelson PW. Clinical management of discolored teeth. Gen Dent 2008; 56:294-300.
Shimada K, Kakehashi Y, Matsumura H et al. In vivo quantitative evaluation of tooth color with hand-held colorimeter and custom template. J Prosthet Dent. 2004;1991:389-91.
Sulieman M. 2005. An overview of tooth discoloration: extrinsic, intrinsic and internalized stains. Dent update, 32, 463-4, 466-8, 471.
Watts A, Addy M. Tooth discolouration and staining: a review of the literature. Br Dent J 2001;190:309-316.
WebMD. Dental Health and Tooth Discoloration. [Online]. 2012 [cited 2012 Nov 9]; Available from: URL: http://www.webmd.com/oral-health/guide/tooth-discoloration